Instrutor da CBF discute padronização da arbitragem com atividades na FFER
13/03 09:00

Instrutor da CBF discute padronização da arbitragem com atividades na FFER

O processo de padronização da arbitragem brasileira está sendo a tônica das discussões do treinamento que está sendo desenvolvido com árbitros e assistentes rondonienses do quadro de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). As atividades iniciaram na manhã de segunda-feira, 13, e se estenderão até quarta-feira, na sede da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), com orientações do instrutor técnico da CBF, Milto Otaviano dos Santos.

Segundo informações do presidente da Comissão de Arbitragem da FFER, Almir Belarmino, toda a programação faz parte de um planejamento que vem sendo desenvolvido pela CBF com investimentos na arbitragem. “Temos árbitros e assistentes do Estado que fazem parte do quadro da entidade maior do futebol brasileiro. A cada treinamento temos um aprendizado e isso reforça os nomes de cada um na hora de ser sorteado para atuar em determinados jogos. Lembrando que vários árbitros e assistentes estiveram no último final de semana em Rio Branco, no Acre, para participarem de testes físicos”, ressalta Almir.

Milto Otaviano chama atenção para a reestruturação relevante do livro de regras, incluindo algumas modificações fundamentais, que precisam ser absorvidas para o contínuo desenvolvimento do esporte mais popular do mundo. Antes de iniciar as atividades, o instrutor apresentou um vídeo do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ressaltando a importância e dos investimentos que estão sendo aplicados na arbitragem brasileira, deixando claro que 2017 será terá a melhor arbitragem do planeta.

Durante os dias de atividades, serão discutidos assuntos tais como: posicionamento, fundamento de disputa, faltas táticas, trabalho em equipe, avaliação teórica, bem como simulações de jogadas que serão realizadas no estádio Aluízio Ferreira. No período da tarde de segunda-feira, as atividades prosseguem no Aluizão, com a parte prática, a partir das 15h30.

“Nossa preocupação maior é quanto a qualidade de nossa arbitragem. Temos novas regras que estão em debater e também quero parabenizar o nível dos árbitros e assistentes rondoniense em relação aos demais centros do país. Todos estão equiparados em qualidade e isso nos leva a ter a certeza do trabalho positivo que está sendo desenvolvido”, ressalta Milto.

Nesta terça-feira, as atividades serão realizadas nos 2 períodos no auditório da FFER, com palestras e análises de vídeos com situação corridas em jogos, como mão na bola, impedimento. No último dia, na quarta-feira, os árbitros e assistentes irão realizar uma prova teórica. 



Autor: Paulo Ricardo


Últimas